Era tão boa a vidinha no campo...







quinta-feira, 9 de abril de 2009

FRUTA DA ÉPOCA

Gosto de colher a fruta quando ela já está bem madura, manias que me ficaram desde o dia em que levei com um pêro, duro que nem pedras, no alto da cabeça.
Hoje acordi com o cheiro adocicado dos marmelos no ar..
A manhã já não era como antes, clareava a medo e fazia aquele frio que apetece remexer gavetas à procura do abrigo que tão bem nos fica..há sempre uns trapinhos que nos ficam melhor que outros.
Alevanti-mi, lavi-mi, e enquanto me olhava ao espelhos (quase nada que eu nunca fui dessas pravoeiras..e a cada dia que passava o magano ficava com menos vistas e por isso nam quis maçar as minhas na tentativa de veri algo mais que sombras do que já fui) ia pensando que estava mesmo em bom dia de ir apanhar os marmelos.
Vesti-me, nam vos vou maçari a contar os pormenores das minhas vestis, até porque como fazia um pouco de frio coloquei umas pecinhas a mais do que o habituali, mas deixem-me só dizeri que as botas, essas nam largava nem com soli nem com chuva!!
Pegui no cesto e lá fui eu monti fora.
Logo que passi plos limoeiros achi que alem de verdes (os limões) nam tavam com boa cara..assim a modos que franzidos, cheios de caretas estranhas e as folhas em queda livre.
Homi esta!!! Será maleita?? (pinsi eu com a minha camisola interior)..mas segui caminho porque nam podia perder muito tempo em conversas ..
A seguiri olhei as laranjeiras que nem sei porque raio estavam mirradas, meio amarelas e falavam espanhol umas com as outras. Desta vez fiqui mesmo preocupada, já parecia coisa grave e eu sem tempo pra moengas.
Estava bem perto dos marmeleiros mas achei por bem ir dar a volta ao resto do pomar, pra ver se o Mali era geral ou se seriam só os citrinos com falta de vitaminhas.
AIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII griti de susto ao ver as desgraçadas das maçãs todas cheias de dentadas.
Oh mê Deuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus que desgraça era esta que até a maçã não se escapava??
Oh mê Deuuuuuuuuuuuus mê Deusssssssss que este mundo tá perdido!
Ospois de gritar que nem uma doida alembri-me de que seria boa ideia chamar a Judiciária, eles haviam de descobrir os autores de tais dentadas ..sim, que cá eu ouvi dizeri que através das provas do crimi eles descobrem logo o criminoso antes que ele diga água vai..sim, já vi nos filmes que é assim!
Cá pra mim isto era um crime passional ..daqueles, que quando alguém passa nam consegue resistir à tentação.
Antes que ficasse mais tarde corri direitinha aos marmeleiros e quando chegui bem perto quase que me dava uns almareios, umas tonturias por mondi tanta afição…mas fiquem descansados que nam deu..

Olhi, olhi e volti a olhari..humm que coisa estranha!!!
Os marmelos estavam lindooooosssssssss
Tam lindos tam lindos que até estava com pena dos colheri do marmeleiro.
Grandes, bonitos e com umas cores!!!
Bem, resolvi nam perder tempo e fui-me a eles com as duas mãos.
Nem passaram 5 minutos e já tinha a cesta cheia dos mais lindos marmelos que já se viram no mê monti .
Segui direito a casa, tinha que fazer a marmelada enquanto os maganos ainda estavam bons..o tempo estraga a fruta logo que fora da árvore e sempre que apanhe muitos apalpões.
Enquanto os descascava e partia aos bocadinhos nam se me tirava do sentidinho a desgraça do resto da fruta, mas porque raio só os marmelos nam sofriam da maleita generalizada no mê alegrete??
Sim, mas Porque???
E tava eu com estas coisinhas na cabeça quando me entra pla cozinha o ti Bento aos gritos e a gesticulari.
Nãoooooooooooooooo cumadri, nãooooooooooooooooooooo mexa nesses marmelos!!
Disse ele sem me dar tempo de mais nada a nam seri de parari com a faca entalada num deles..ai cumpadri que susto homim!! Disse eu aflitinha e ia-lhe perguntar o porquê quando mesmo ali a minha frente, à frente deste Zolhos (esbugalhados mas de aflição) lindooos o marmelo que tinha a faca enfiada fez..ploff
E mesmo ali se desfez em ar.
Ploff… ploff…ploff..ploff..ploff logo se seguiram os outros mesmo sem eu lhe espetar a faca.
Ai cumpadriiiiiiiiiii quei isto?? Ai cumpadriiiiiiiiiiiiii que é que vocei fez aos meus marmelos??
E gritando como doida agarri o cumpadri plos colarinhos e abani-o com quanta força tinha..
Coitado do homi, ficou roxo e nem conseguia dizer nada.
Então pari e esperi por resposta, quando ele conseguiu endireitar-se olho-me e disse:
Tão comadri vocei nam sabe?
Eu? Disse ainda com ari de parva
Desembruxe..sim porque isto só pode ser bruxedo!!
E ele, já mais calmo disse:
Cumadri, anda coisinha ruim no pomar..
Isso já eu sabia mas fingi que era novidade, nam lhe quis tirar a alegria de do momento.
Sim cumpadri?? Atão que porqueim??
Ai cumadri ninguém sabe ao certo mas dizem que anda bicho na fruta.
Bicho? Disse eu.
Bicho? Disse eu novamente, que nestas coisas nunca é demais perguntar?
Sim cumadri, bicho ruim mesmo (disse ele com ar de sabido)
Cumpadri mas o bicho nam entra assim sem mais nem menos, plo menos na nossa fruta nunca entrou..(dizia eu ao mesmos tempo que não conseguia disfarçar o meu ar de orgulho)
Sim cumadri, eu sei que não..mas este ano parece que nam vamos ter grande colheita!!
E a dizer isto sentou-se e tirando o lenço da algibeira limpou a testa suada.
Olho-me, sério e com cara de quem a vida lhe anda pra trás e disse:
Cumadri, vamos ter que dar a fruta aos porcos!
Hum, nam era má ideia nam senhori..mas sabendo eu como eram os mês porcos nam sei se os faria comer tal coisa.
Então olhei-o nos zolhos e cheia de coragem e de convicção (volta e meia também tenho gases mas calhou bem neste momento nam me encher deles) disse-lhe:
Ti Bento, juntos havemos de conseguir!!
Abraci-o e já com algumas lágrimas a bailar-me nos zolhos disse enquanto me erguia com a faca em riste e cabeça bem levantada.
SEM FRUTA, MAS ORGULHOSAMENTE JUNTOS NA DESGRAÇA, VENCEREMOS!!
Nem sei bem em que batalha me estava a meter, só sei que o momento pedia acção..e eu dei-lha.

2 comentários:

  1. Uma moça de coragem! Mesmo sem saber quem enfrentar o que interessa é a atitude... "juntos" "venceremos" "acção". Faz juros à máxima antiga que diz que "o povo unido jamais será vencido". :)
    Beijinho.

    ResponderEliminar

cavadelas